VPN FAQ


Jurisdição

Nos últimos anos, certas revelações foram feitas sobre os programas de vigilância em massa de vários países ao redor do mundo. Esses países são conhecidos como cinco, nove e catorze olhos . Esses países não apenas espionam seus próprios cidadãos, mas espionam uns aos outros. Eles trocam notas para contornar as restrições governamentais ao poder. Outros países não fazem parte da colaboração de espionagem mencionada acima, mas ainda têm problemas com as limitações do governo sobre liberdade na internet e liberdade de expressão. Evite países com liberdade limitada na Internet.

Se um serviço ou as pessoas que administram um serviço tiverem base em um desses países, é razoável esperar que ele seja suscetível a buscas e comprometimentos ilegais feitos em nome da segurança nacional.
A localização dos servidores aos quais você está se conectando e as pessoas que os operam são mais importantes do que onde uma empresa está incorporada.


Política de registros (Inglês = Logs)

Quando você se conecta a um servidor VPN, basicamente você está adicionando mais uma parada no caminho para a Internet aberta. A VPN é seu "intermediário" confiável. Você está confiando a eles com seus dados de maneira semelhante à sua confiança nos processadores de pagamento on-line, como o PayPal.

Algumas empresas VPN optam por registrar esses dados. Alguns serviços registram isso para se protegerem legalmente no caso de serem abordados pelas autoridades. Outro modelo de negócio real de serviços é monetizar seus dados e vendê-los a terceiros. Então, se um serviço está fornecendo um “VPN grátis”, você pode se perguntar: “Como eles ganham dinheiro?” Muitos serviços afirmam não manter registros, mas são vagos, e em uma inspeção mais próxima, na verdade, mantêm certos tipos. Desconfie de tais promessas até que você confirme por si mesmo em seus respectivos termos e políticas de privacidade.

Existem algumas razões legítimas para manter dados de registro mínimos . Ao desenvolver e otimizar um produto on-line, o acompanhamento de registros pode ajudar os desenvolvedores a determinar erros e falhas em seus softwares. Escolha um serviço que declara especificamente que eles não mantêm registros e que tipos eles não mantêm. Certifique-se de que eles não mantenham nenhum tipo de atividade ou registros de conexão.


O que são protocolos VPN?

Os protocolos VPN são os métodos pelos quais seu dispositivo se conecta a um servidor VPN.

Os protocolos populares no mundo da VPN são:

OpenVPN, SSTP, L2TP / IPsec, PPTP

O que é OpenVPN?

O OpenVPN é um protocolo relativamente novo e altamente configurável.

UDP (Protocolo de Datagramas de Usuário): Embora ele possa ser configurado para ser executado em qualquer porta, o OpenVPN funciona melhor em uma porta UDP, que é geralmente mais rápida.
TCP (Protocolo de Controle de Transmissão): Ao contrário do UDP, o TCP realiza a checagem de erro, o que significa que pacotes eliminados resultam em retransmissão. Isto aumenta a confiabilidade à custa da latência.

O que é SSTP?

SSTP (Protocolo de Tunelamento Seguro de Socket): Ao contrário dos outros protocolos, o SSTP é um protocolo proprietário da Microsoft e está disponível apenas para Windows.
O SSTP é chamado assim porque ele transporta o tráfego através do protocolo SSL (Camada Segura de Sockets). Porque ele usa SSL pela porta TCP 443, ele é muito menos suscetível a bloqueio por firewalls do que o L2TP

O que é L2TP/IPsec?

L2TP (Protocolo de Tunelamento de Camada 2): O L2TP foi proposto pela primeira vez em 1999 como uma atualização para o L2F (Protocolo de Encaminhamento da Camada 2) e PPTP. Como o L2TP não fornece criptografia forte ou autenticação, um outro protocolo chamado IPsec é mais frequentemente usado em conjunto com o L2TP.

IPsec (Segurança IP): O IPsec é um protocolo muito flexível para segurança ponta a ponta, que autentica e criptografa todo pacote IP individual em uma determinada comunicação. O IPsec é usado em uma ampla gama de aplicações na Camada da Internet do conjunto de protocolos da Internet.

Usados em conjunto, o L2TP e o IPsec são muito mais seguros do que o PPTP, mas também um pouco mais lentos.

O que é PPTP?

PPTP (Protocolo de Tunelamento Ponto-a-Ponto): PPTP, operando na porta TCP 1723, é um dos mais antigos protocolos VPN ainda em uso e existe desde o Windows 95, sendo padrão em todas as versões do Windows desde então.

De todos os protocolos VPN, o PPTP é um dos mais comuns, mais fácil de configurar e computacionalmente mais rápido.
No entanto, o PPTP também está sujeito a sérias vulnerabilidades de segurança.


O que é a Dupla criptografia e como funciona?

Dupla criptografia, também conhecida como um processo de servidores VPN em cadeia, é uma solução de tecnologia que permite esconder sua atividade online por trás de vários servidores através de um túnel VPN. De facto, o princípio de funcionamento é bastante simples: o utilizador liga-se ao primeiro servidor VPN, que por sua vez redireciona todo o tráfego para outro servidor, a partir do qual o tráfego online atinge o destino final.

Desta forma, a ligação passa por dois servidores separados em locais diferentes: o endereço IP externo é alterado e o tráfego é encriptado uma vez e, em seguida, novamente encriptado no segundo servidor noutro local.


O que é VPN Kill Switch e como funciona? (Botão de Desligar VPN?)

O Kill Switch é um recurso VPN avançado que impede que você aceda a uma ligação à Internet desprotegida quando o seu tráfego online não for encaminhado através da VPN. O objetivo principal é proteger a sua atividade on-line e o seu endereço IP de serem de repente expostos em caso de conexão suspensa de um servidor VPN.

Por outras palavras, um Switch Kill habilitado controla constantemente a sua ligação para qualquer alteração no status ou endereço IP. Se perceber tal alteração (por exemplo, a sua conexão VPN falha), irá parar o dispositivo imediatamente ou encerrar as aplicações especificados ligando a Internet até que a ligação VPN seja restaurada ou você feche a aplicação VPN.
 


Por que preciso de um VPN de túnel dividido?

Um VPN básica faz o roteamento de todo o tráfego da Internet por meio de um túnel criptografado para proteger seus dados contra hackers e espiões de terceiros.

Sem um VPN com recursos de tunelamento dividido, você pode se deparar com situações em que:

  • Você não pode acessar serviços da Web locais e estrangeiros ao mesmo tempo
  • Transmitir todos os dados através da VPN consome sua largura de banda
  • Você não pode acessar os dispositivos da LAN enquanto estiver conectado à VPN

Com um VPN de túnel dividido, você pode:

  • Transmita filmes estrangeiros enquanto usa serviços da Web a partir de endereços IP locais
  • Faça o download com segurança sem afetar a velocidade de outros serviços da web
  • Acesse sua impressora de rede enquanto navega na internet com segurança